Iniciaram no dia 15 de agosto três cursos que abrangem 50 jovens de Cabo Delgado, nas áreas de agricultura, avicultura e apicultura. Até final do ano os jovens serão também capacitados para a criação do seu próprio negócio.

Respondendo à necessidade e preocupação de fazer o acompanhamento da inserção no mercado de trabalho dos seus beneficiários (formandos, estagiários e aqueles que beneficiam dos apoios ao emprego), o +EMPREGO desenvolveu uma plataforma on line que permite verificar a situação profissional dos mesmos, 3, 6 e 12 meses após o apoio. No dia 14 de julho teve lugar em Maputo a formação sobre a plataforma, com todos os Parceiros de Implementação.

O projeto +EMPREGO esteve presente no IV Conselho Consultivo do INEP, que teve lugar em Inhassoro nos dias 9 e 10 de julho e que contou com a presidência de S. Exª o SEJE. Uma ótima ocasião de partilha de experiências e conhecimento, na qual foi reafirmada a parceria com o INEP, estratégica para o projeto

No Instituto Politécnico Mártir Cipriano de Nacuxa, o +Emprego apoia a qualificação, num percurso de 3 anos, de 100 jovens deslocados de Cabo Delgado. A formação abrange áreas tão diversas como secretariado, contabilidade, aquacultura ou laboratório.

Em Maio de 2022 inciou a formação de 80 jovens no Certificado Vocacional 4 e de 20 jovens mulheres no Certificado Vocacional 3.

Num evento sobre cooperação empresarial organizado pelo +EMPREGO no dia 7 de Junho, em Pemba, foi assinado um Memorando de Entendimento entre a CTA e o IFPELAC visando a formação de PME de Cabo Delgado nas áreas da  no domínio da Capacitação de Pequenas e Médias Empresas em matérias de Administração do Trabalho, nomeadamente Legislação Laboral, Relações Laborais, Gestão de Pessoas, Gestão Fabril e Higiene, Saúde e Segurança no Trabalho.

Este Memorando permitirá capacitar já este ano 40 PME da província, visando melhorar as competências dos seus Recursos Humanos e apoiar o  processo de certificação de Qualidade.

O +EMPREGO participou no 1º evento da iniciativa MozIndustry Talks, que teve lugar em Maputo no ISCTEM no dia 24 de maio e pretende desenvolver um novo formato de debate para encontrar futuros caminhos para a industrialização do país. A coordenação do projeto fez uma intervenção destacando os contributos do +EMPREGO para a utilização do conteúdo local na indústria do gás natural.

O qual tem como principais atribuições emanar orientações estratégicas bem como emitir opiniões, validar e dar recomendações sobre os resultados e sobre os planos de atividades apresentados pela Unidade de Implementação do Camões IP. Presidido pelo Ordenador Nacional, têm assento no Comité os parceiros do +EMPREGO – INEP, representado pelo respetivo Diretor Geral, Juvenal Dengo, IFPELAC, UNILURIO, CTA, IICP, IPMC, AKF Moçambique e os parceiros portugueses, ISQ, ADIST e CENFIM – o MIREME, a ADIN, a SEJE e a SEETP. A Delegação da União Europeia, que se fez representar pela respetiva Chefe da Cooperação, Isabel Faria de Almeida, o Camões IP, representando pela sua Vice Presidente, Cristina Moniz e o Centro Português de Cooperação da Embaixada de Portugal, representado pela Conselheira para a Cooperação, Patrícia Pincarilho, estiveram também presentes, como observadores. Destaque ainda para a presença do setor privado: GALP, representada pelo CEO em Moçambique, Paulo Mendonça, TOTAL e ENI. Na reunião houve lugar para apresentar, por cada um dos parceiros, os principais resultados de 2021 e as atividades previstas para 2022. Os presentes tiveram ocasião para produzir recomendações e partilhar experiências, numa sessão bastante participada e produtiva

Os quais frequentaram o seu estágio de 3 meses em 10 empresas de Cabo Delgado. A cerimónia foi presidida por S. Exª o Secretário de Estado da Juventude e Emprego, estando ainda presentes o Secretário de Estado da província de Cabo Delgado, o Diretor Geral do INEP e uma representante da Delegação da União Europeia em Moçambique.

O Acordo visa a formação de 200 jovens de Cabo Delgado nas áreas da agricultura, avicultura, apicultura e agronegócio, bem como o apoio à criação do seu próprio negócio.

Pretende ainda formar formadores nas áreas em causa. O Acordo foi assinado por S. Exª o Embaixador de Portugal em Moçambique, António Costa Moura, em representação do Presidente do Camões IP e pelo representante da Rede Aga Khan para o Desenvolvimento, Rui Carimo. S. Exª o Embaixador da União Europeia em Moçambique, António Sanchez-Benedito Gaspar, testemunhou a assinatura do Acordo.

Na XVII CASP – Conferência anual do setor privado em Moçambique, evento organizado pela CTA, teve lugar a 31 de março uma Sala de Negócios na qual 4 jovens empreendedores de Cabo Delgado tiveram ocasião de apresentar os seus projetos ao BCI, respetivamente construção do condomínio Kulala Assma, EasyX, sistema de deteção a distância e marcação automática de presenças, sistema de irrigação automática a partir de um furo de agua e plano de negócios para expansão da empresa de construção Yahaia Serviços. Foi uma experiência única para os jovens empreendedores, de aprendizagem e confronto com peritos do setor bancário em análise de planos de negócios e de investimento.